Texas Selvagem - A. J. Teixeira. Com tecnologia do Blogger.

Pensamentos no SilvaTexas

16 de abril de 2012

DE COMBOIO ATÉ AVEIRO E DESDE O PORTO/CAMPANHÃ

* Não me alongando demasiado na retórica, até porque o essencial foi dito na mensagem anterior, apenas vou compartilhar as fotografias efetuadas durante o trajeto, quer à ida, quer à vinda; esperando sempre pelos vossos comentários e sugestões.
UTD (unidade tripla diesel) da série 592, com o número
português 030M, que iria fazer a Linha do Douro até à
Estação Ferroviária do Peso da Régua.

UTE (unidade tripla elétrica) que se encontrava em tripla, da
série 2250 e que estava sem serviço atribuido.

"UME" (unidade multipla elétrica) da série 3400 que
tem como destino a Estação de Caide (linha do
Douro).

Através do nevoeiro, um "maximbombo"...perdão
uma dresine e respetiva vagoneta. Este material
pertence à "Refer" (Rede Ferroviária Nacional) e
encontra-se afeto ao serviço de vias e obras.

Chegou-se ao destino. Estação ferroviária de Aveiro.
O interesse está na composição da série 4000, que são
as usadas nos "alfas pendulares". De costas...os dois
anjinhos!

Estas "UTE'S" são apelidadas por "Lili Caneças" e
são usadas para comboios regionais

Esta "UME" foi a que me transportou, juntamente com
o "el comandante".

Uma pequena partida do recruta...À esquerda o engenheiro
ferroviário Pedro Zúquete; à direita, o comandante ferroviário
João Ribeiro da Silva (mais baixinho e um pouco calvo, não
careca)!

Entrada (com passagem sem paragem) de uma composição
tracionada por uma locomotiva a diesel da série 333.001
que pertence à "Comsa Rail Transportes".

Se não me enganei eram vinte os vagões, que iam vazios,
mas servem para o transporte de troncos de madeira.

Acontece! Foi apanhado pela câmara do recruta. Pensador
ou pensativo?

Com um até breve ao amigo Pedro, tivemos de
regressar ao ponto de partida ou haviam ficado as
viaturas.

Paragem na Estação Ferroviária de Avanca, terra natal do
"nosso" nobel da medicina, Professor Doutor António
Egas Moniz. A freguesia pertence ao concelho de
Estarreja. 

Vista parcial da Estação Ferroviária de Esmoriz, cidade
que pertence ao concelho de Ovar (ainda!!!)

Estação Ferroviária da Granja, situada na freguesia
gaiense de São Félix da Marinha.

Os atuais abrigos para os passageiros...em dias ventosos
com chuva, não basta apenas os "umbrelas"!

Continua-se no concelho de Vila Nova de Gaia, mas agora
já na freguesia de Valadares.

Vagão para transporte de toros de madeira, do  tipo "Klmps"
aparcado numa das linhas de reserva da Estação das Devesas,
a principal de Vila Nova de Gaia.

Agora vagões plataforma do tipo "Rlps" carregados de
sacos de cimento, no mesmo local.

E chegou-se! Em linha de topo da Estação de Campanhã
uma máquina atacadeira do construtor ferroviário "Fergrupo"

Imediatamene a seguir, máquina reguladora de balastro
do mesmo empreiteiro.

Parece um brinquedo, mas não é. Vagoneta que serve
para o transporte de carris e pertence à "Refer" 

Também anda sobre carris. Composição da "Metro do
Potto" na interace dampanhã e com destino à Estação
do Senhor de Matosinhos.  

Em sentido inverso, esta tem como destino final a
freguesia gondomarense de Fânzeres.

Actualmente as composições "intercidades" são
tracionadas por locomotivas elétricas da série
5600, de fabrico "Siemens"...

...e formadas por carruagens "corail" de 1ª e 2ª classes.
s
As composições "alfa-pendulares" são usadas no
percurso Braga/Porto/Lisboa/Faro e em poucos
troços atingem a sua velocidade máxima de 220 Km/hora. 

A temos a locomotiva elétrica "Siemens" da série 5600.

E o adeus é feito com uma composição da série 4000 de
fabrico italiano "Fiat".
* Nunca será suficiente o muito obrigado ao amigo Pedro Zúquete pela disponibilidade com que me recebeu e ao meu camarada de "luta", João Ribeio da Silva. 

2 comentários:

Luis 19 de abril de 2012 às 22:15  

Bela passeata...em breve estarei também pronto para mais viagens !

http://trains.smug.mug.com 22 de abril de 2012 às 22:24  

Mais partida ... mais uma viagem ... é entrar senhores passageiros ....neste caso , carolas da ferrovia ....

Formulário de Contacto:
Preencha os campos abaixo para entrar em contacto comigo.
Não se esqueça do seu e-mail para eu responder, se for necessário.
Os campos marcados com * são obrigatórios.



Nome*:

máximo de 50 caracteres
E-mail para contacto*:

máximo de 200 caracteres
Assunto (motivo do contacto):

máximo de 100 caracteres
Mensagem*:

O seu contacto é muito importante.
Agora, basta clicar em "ENVIAR" para eu receber a sua mensagem.

Related Posts with Thumbnails

Estações com paragem

  ©Template by Dicas Blogger