Texas Selvagem - A. J. Teixeira. Com tecnologia do Blogger.

Pensamentos no SilvaTexas

11 de outubro de 2010

Estação da Pampilhosa - 2

Será que alguém perdeu tantos parafusos?
Eu não fui! Juro que já lá estavam, quando por lá passei!  

Ramal Pampilhosa/Figueira da Foz, via Cantanhede.
Sem circulação para manutenção(?).
Via única e não eletrificada.

Sinal luminoso M32. Como estava vermelho eu tive de parar...

Curiosa forma de assinalar o fim-de-linha. Bandeira vermelha
tem de parar mesmo, pois não há mais carril!

Isto já chegou a ser uma rotunda para locomotivas.
Atualmente nada mais é...que um fosso.

Velocidade máxima permitida é de 50 Km/h (era...)
Hoje é zero, pois o ramal não tem circulação.

Passagem de nível, sem barreiras, sem guardas nem sinais luminosos...
Também para quê? O ramal já não tem circulação há um ano.

O ramal que ligaria Pampilhosa à Figueira da Foz, passando por Cantanhede
era de via única e servido por material a diesel.
Fechou para manutenção(?)

Ao fundo um "intercidades" provindo de Lisboa e com destino à Guarda
(linha das Beiras)

Um "intercidades" dando entrada na estação da Pampilhosa.
(Linha do Norte).
O camarada Luís "el gringo" faz a foto para a posterioridade!

Vagão da série "Facs", na altura sem serviço e vazio.

Uma locomotiva da série "1400" toda grafitada (façam isto nas paredes dos vossos quartos...)

Vagão fechado para transporte de mercadorias diversas e
pertencente à espanhola "Transfesa".

Vagão da série "Klmps" para transporte de toros de madeira.
Estava pintado e revisto de novo.

Vagão de rodados duplos, fechado e pertencente à espanhola "Comsa"

As caraterísticas e referências do vagão espanhol da foto seguinte.

Vagão do tipo "Laagrss" de operador espanhol.

Vagão de transporte de inertes, que se encontrava vazio e pertencente
ao operador espanhol "Transfesa"

Vagão que se encontrava vazio, mas pintado e revisto de novo,
pertencente à CPCarga.

Ora muita atenção! Vamos lá cumprir as regras de segurança.

Grande plano da frontaria da estação ferroviária da Pampilhosa,
na parte afeta à Linha das Beiras.
Tudo muito bem conservado. Parabens!

Material que já está no fim de vida e por isso se encontra
em linha de reserva (ou refúgio).

Serve o que está escrito na legenda da foto anterior.
Exceção feita à locomotiva "Bombardier" da série 1950.

Placa existente numa antiga catrruagem de passageiros que
aguarda o camartelo.

Um "intercidades" com destino à Capital das Beiras.
Nota-se parte do viaduto pedonal que atravessa a estação.

Placas que se colocam nas carruagens do "intercidades" e que indicam o trajeto.
Início e fim (neste caso, Lisboa/Guarda/Lisboa).

E eis-nos chegados à Estação ferroviária de Aveiro.
Das mais belas estações em termos de azulejaria, como podem
verificar na sua frontaria.

Mais azulejos comemorativos de várias efemérides na frontaria da mesma
estação de Aveiro.

Até nos pisos superiores existem azulejos na parte virada para o cais.

Está a dar entrada na linha 8 a composição que termina a sua marcha
e que provem de Sernada do Vouga, via Macinhata (via métrica)

A "UDD" (unidade dupla diesel) de via métrica (linha do Vouga)

O pior material em circulação ao serviço da CPPassageiros.
Tão mau que nem logótipo existe nestas composições. 

Uma "UME" (unidade múltipla elétrica) que termina a sua marcha.

E eis que se aproxima o "intercidades" que nos devolveria ao destino, com doze minutos de atraso.

Por ironia do destino, a locomotiva denominava-se por...
"Pampilhosa".

Feita a prova da afirmação anterior!
Chegada ao ponto de retorno!

3 comentários:

Luis 11 de outubro de 2010 às 14:53  

Caro amigo Teixeira,


Mais um passeio , mais uma caminhada...e mais um monte de boas fotografias !!! Mais um dia para recordar e repetir. Parabéns pelas suas fotografias e obrigado pela sua companhia.

Abraço

Luis

José Pereira,  11 de outubro de 2010 às 18:55  

Boa tarde

acabei de descobrir o seu blogue e dou-lhe os meus parabéns pelo seu bom trabalho. Também eu gosto de comboios mas não consigo fazer um blogue !! Estou a precisar de umas lições suas....

Saúde


José Pereira

João Silva 11 de outubro de 2010 às 23:49  

Como já esgotou as fotos da Pampilhosa temos de dar mais um passeio para repor o stock !!!!

Formulário de Contacto:
Preencha os campos abaixo para entrar em contacto comigo.
Não se esqueça do seu e-mail para eu responder, se for necessário.
Os campos marcados com * são obrigatórios.



Nome*:

máximo de 50 caracteres
E-mail para contacto*:

máximo de 200 caracteres
Assunto (motivo do contacto):

máximo de 100 caracteres
Mensagem*:

O seu contacto é muito importante.
Agora, basta clicar em "ENVIAR" para eu receber a sua mensagem.

Related Posts with Thumbnails

Estações com paragem

  ©Template by Dicas Blogger