Texas Selvagem - A. J. Teixeira. Com tecnologia do Blogger.

Pensamentos no SilvaTexas

22 de março de 2011

Estações do Metro no concelho da Maia!

* Fazendo bom uso de uma credencial que em boa hora me foi passada, e que muito reconhecidamente agradeço, hoje de manhã desloquei ao concelho da Maia, onde fotografei a Estação do Castêlo da Maia (que há alguns anos atrás, esteve afeta à CP, com a linha de via reduzida para Famalicão e Guimarães), a Estação do ISMAI, o términos da linha do metro e ainda a Estação da Maia-Parque.
Fotografei ainda algumas composições da série 1 (train-trem), as mais recentes e uma atacadeira da empresa ferroviária "Ferrovias" que se encontrava mesmo no final da linha; a aguardar o desenrolar do imbróglio com o prolongamento da Linha Ismai/Trofa!
* Aqui apresento especiais agradecimentos aos dois seguranças que me permitiram livre circulação, em local que não é de acesso público.

Passagem de nível, devidamente automatizada, e que fica imediatamente a seguir à
Estação do Castêlo da Maia (não é Castelo).

Antigo edifício dos sanitários existentes na mesma estação anterior!

Lateral poente da estação. Atente-se os azulejos de matiz azul
na parte superior com o nome da estação.

Frontaria virada para a via pública da mesma estação.
Estação bem airosa e com bastante luz natural por
ser envidraçada a toda a volta.
Na minha modesta opinião é uma das mais bonitas estações,
à superfície, que serve a rede do Metro do Porto.

Ainda no tempo em que a mesma estação estava afeta aos comboios,
foi contemplada com o primeiro prémio das estações mais floridas
no ano de 1941 do século passado. Placa comemorativa existente
numa parede virada para o cais de embarque.

Vista da parte voltada para o cais de passageiros.

A composição número 123, do tipo "Flexity Swift" que provinha da
Estação do "ismai" e que irá prosseguir a sua marcha até Campanhã,
na cidade do Porto. Esta composição segue em dupla.

O interior da estação do Castêlo da Maia, como se pode
verificar é bastante airoso e cheio de luminosidade.

A composição número 130, do tipo "Flexity Swift" no termo da linha,
já após a Estação do "Ismai". Estes veículos são os únicos que
circulam nesta linha.

Ora aí está a "atacadeira" que pertence à sociedade "Mota-Engil",
da marca "Plauser and Thaeur" e que se encontra no fim da linha.
A partir daqui só pinhal e erva...Segundo me foi informado ficará
até se resolver o imbróglio do prolongamento da linha do metro
até à cidade da Trofa. Este troço já não é público e fica a cerca
de trezentos metros da Estação do "Ismai"; essa sim a última da rede!

A composição com o número 113 e a cabine de condução da
"atacadeira" no final da linha, na parte interdita ao público.

Mais um pormenor lateral da "atacadeira" do empreiteiro  ferroviário
"Ferrovias", mas afeta à "Mota-Engil".

Já estou de regresso. Estação "Parque da Maia".

Vista geral desta estação para o lado do "Ismai".

A estação situa-se sobre a Estrada Nacional número 14 (EN14),
Porto/Braga.

Vista da mesma estação, agora para o lado oposto.

1 comentários:

JS Trains 28 de março de 2011 às 23:36  

mais uma colecção de fotos boas .Está a melhorar .. ainda bem , os mestres são bons !!!!

Formulário de Contacto:
Preencha os campos abaixo para entrar em contacto comigo.
Não se esqueça do seu e-mail para eu responder, se for necessário.
Os campos marcados com * são obrigatórios.



Nome*:

máximo de 50 caracteres
E-mail para contacto*:

máximo de 200 caracteres
Assunto (motivo do contacto):

máximo de 100 caracteres
Mensagem*:

O seu contacto é muito importante.
Agora, basta clicar em "ENVIAR" para eu receber a sua mensagem.

Related Posts with Thumbnails

Estações com paragem

  ©Template by Dicas Blogger